Agenda cultural

Junho 2018
D S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Licitações

Licitacoes FCC

Editais

 

 

BANNERComunicaDiversidade INSCRICOES

Galeria de Fotos

BIR 7779

Vídeos

vainer

 

Foto MN 1

A exposição de fantasias “O Museu dá Samba – A Imperatriz é o Relicário no Bicentenário do Museu Nacional” foi inaugurada no dia 18 de maio, Dia Internacional de Museus, pelo diretor Alexander Kellner e pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), Marcelo Araújo. A atividade integra a programação de comemoração dos 200 anos da instituição e marca a abertura da 16ª Semana dos Museus.

E não faltou samba no evento de abertura. A bateria da Escola se apresentou na inauguração da exposição e cantou o enredo deste ano. O tema do Carnaval 2018 da Imperatriz Leopoldinense foi o Museu Nacional, não só pelo valor da instituição para a cultura nacional e pelo bicentenário, mas também pela relação que existe nas origens tanto da Escola como do Museu. As duas instituições têm, por exemplo, a princesa Leopoldina em suas histórias. A exposição é uma forma de homenagear a Escola de Samba e dar continuidade à interação entre o espaço cultural e educativo da UFRJ e a comunidade de Ramos.

São 30 fantasias apresentadas nas principais salas das exposições do Museu Nacional. Logo na entrada principal, Dom Pedro I recebe os visitantes e convida o público a realizar o circuito pelas salas que apresentam os acervos do Museu, agora, junto às fantasias que registram as atuais pesquisas científicas. Na sala do trono, estão expostas fantasias em homenagem a Dom Pedro I e à Princesa Leopoldina enquanto outras que simbolizam diferentes áreas do conhecimento, como a Antropologia, Botânica, Zoologia, Geologia e Paleontologia, estão à mostra em suas respectivas salas.

A coordenadora da mostra, Regina Dantas, preparou esse encontro das pesquisas e história do Museu com o Carnaval se preocupando com a sintonia das fantasias com as principais peças do acervo. Também preparou legendas e trechos do samba-enredo ao lado de cada peça para favorecer o entendimento do público. A exposição permanece no espaço até dezembro selando 2018 como a ano do Carnaval do Museu.

O Museu Nacional da UFRJ fica aberto de terça a domingo, das 10h às 17h.

Há várias modalidades de aquisição de ingressos e é possível agendar visitas de grupos.

Para mais informações:

http://www.museunacional.ufrj.br/dir/visitacao.html

(21)3928-1123 e O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Clécia Oliveira

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ