Calendário

Setembro 2017
D S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Editais

Galeria de Fotos

BIR 7779

Vídeos

vainer

O próximo concerto da Orquestra de Sopros da UFRJ acontece no dia 12 de setembro, às 19h, no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música. O evento faz parte do X Festival Brasil-Alemanha, que acontece de 1 a 17 de setembro com o oferecimento de cursos e concertos. O maestro holandês Will Sanders é um dos convidados do festival e também vai participar como regente na apresentação da Orquestra.

Foto. Orq Sopros UFRJ 5 Ana Liao

A Orquestra de Sopros da UFRJ foi estruturada em 2007 devido ao crescente número de alunos de instrumentos de sopros e de percussão na Escola de Música. É formada por estudantes dos cursos de graduação inscritos na disciplina Prática de Orquestra, de Licenciatura em Música e de outras instituições de ensino musical do Rio de Janeiro. A direção está a cargo do maestro Marcelo Jardim, professor de regência de banda e prática de orquestra da EM da UFRJ.

O objetivo da formação do grupo é proporcionar o desenvolvimento da prática de conjunto a partir dos conceitos orquestrais. Busca ainda difundir a literatura brasileira e internacional para a formação de banda sinfônica, orquestra de sopros e sopros orquestrais. O projeto estimula a participação de novos compositores e arranjadores, levando à produção de novos repertórios. A Orquestra realizou inúmeras primeiras audições de obras de compositores brasileiros e gravou, em 2009, o CD A Obra para Orquestra de Sopros de Heitor Villa-Lobos.

foto Will Sanders

O regente Will Sanders é professor clássico de chifre. O instrumento é conhecido por este termo desde a década de 1930. É confeccionado com bronze, em forma de tubulação embrulhada em uma bobina com um sino alargado.O regente Will Sanders é professor clássico de chifre. O instrumento é conhecido por este termo desde a década de 1930. É confeccionado com bronze, em forma de tubulação embrulhada em uma bobina com um sino alargado.


O maestro é formado em música pela Academia de Música de Maastricht (Holanda), foi membro da European Youth Orchestra e se juntou à Orquestra de Teatro Nacional de Mannheim, na Alemanha, atuando como solista. Trabalhou com outras orquestras como a Filarmônica de Viena e lecionou na Universidade da Música de Karlsruhe (Alemanha), na Academia de Música de Cracóvia (Polônia) e na Universidade do Rio de Janeiro.

FLYER DO FESTIVAL

O Festival Brasil-Alemanha celebra a realização da 10ª edição. A programação vai de 1 a 17 de setembro com agenda distinta para cada curso. Entre eles, oboé (com Thomas Indermüller), trombone (Werner Schirietter), viola (Fabio Marano), violoncelo (Bernhard Lörcher), piano (Michael Uhde e Roberto Domingos), instrução para canto (Holger Spek), educação musical e preparação vocal (Stephan Hoffmann), correpetição (Xiayi Yiang), trompa, música de câmara e prática de banda sinfônica (Will Sanders). 

O Festival resulta da parceria entre a Escola Superior de Música de Karlsruhe (Hochschule für Musik de Karlsruhe), a Escola de Música da UFRJ e o Instituto Villa-Lobos da UNIRIO. O financiamento para a vinda dos professores da Alemanha é uma contrapartida do Deutscher Akademischer Austausch Dienst (DAAD), órgão de intercâmbio acadêmico do governo alemão.


A Escola de Música fica na rua do Passeio, 98, Centro.


Para mais informações:www.musica.ufrj.brO endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Clécia Oliveira

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ