Por um sistema de defensorias do povo, ouvidorias e representantes legais autônomos e democráticos para a defesa dos direitos humanos. Este foi o tema da VI Assembleia do Instituto Latinoamericano de Ombudsman (ILO), que aconteceu pela primeira no Brasil, nos dias 28 e 29 de maio, no Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ.

ILO9

O ILO foi fundado em 1984, na Venezuela, e seu objetivo principal é contribuir para a consolidação dos processos democráticos e respeito pela garantia dos direitos humanos, e também promover o papel do Ombudsman – o defensor do povo – na América Latina.

"A existência da democracia é essencial para a defesa dos direitos humanos, são dois conceitos que andam juntos. O Ombudsman se preocupa e se ocupa exatamente por esta defesa. Nesse contexto, a VI Assembleia é uma ótima oportunidade para troca de experiências entre os países latinoamericanos, incentivar a criação de instituições de ombudsman e aprimorar a atuação das já existentes", declarou o Presidente da Federação Ibero-americana de Ombudsman, Manuel Maria Páez Monges.

O Conselho Diretor do Fórum de Ciência e Cultura (FCC) aprovou a criação do Programa de Apoio às Artes da UFRJ – PROART – com o objetivo central de promover a produção e difusão das artes, primordialmente através do desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão, contempladas as múltiplas linguagens e a diversidade das formas de expressão artísticas.

Paladar, tato, olfato, audição, o aspecto sensorial e os sentidos complementares à visão puderam ser vivenciados por cerca de cinquenta convidados durante um Jantar às Escuras promovido por alunos do curso de gastronomia da UFRJ, dia 13 de maio, e que fez parte do III Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural, no Fórum de Ciência e Cultura.JANTAR ES 4

Durante duas horas, todos permaneceram com os olhos vendados – desde a entrada no salão do evento até o final do jantar - experimentando o cotidiano das pessoas com deficiências visuais. As barreiras físicas como um simples sentar à mesa ou posicionamento dos copos para o alcance das mãos tornaram-se tão inusitadas quanto descobrir quem e quantas pessoas estavam ao seu redor, à mesa.

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ