Navega UFRJ flyer 02 junho

Para o próximo Navega UFRJ, reunimos quatro convidados que conhecem muito bem o assunto. Gabriel Haddad e Vinícius Natal, pesquisadores do Observatório de Carnaval da UFRJ, Leonardo Bora, carnavalesco e professor da Escola de Belas Artes da UFRJ e Thayssa Menezes, professora da Secretaria Municipal de Educação do RJ e colaboradora do Sambistas da Depressão.

O ponto central do debate será a concepção do enredo "Tata Londirá: o canto do caboclo no Quilombo de Caxias", defendido pela escola de samba Acadêmicos do Grande Rio no carnaval deste ano. O enredo, de autoria de Haddad, Bora e Natal, trata da vida do pai de santo e bailarino Joãozinho da Goméia, e aborda questões como racismo e intolerância religiosa, citando autores referenciais para esses temas, como Abdias Nascimento e o professor da Escola de Comunicação da UFRJ, Muniz Sodré.

Vem debater com a gente? O encontro acontece na próxima terça (2/6), às 16h, com transmissão ao vivo pelo canal do Fórum no YouTube e também pelo Facebook.

#NavegaUFRJ é uma iniciativa do Fórum de Ciência e Cultura que busca aproximar a arte e a cultura da Universidade da sociedade em geral, além de apoiar a campanha de doações ao complexo hospitalar da UFRJ.

#ParaTodosVerem
Folheto virtual retangular em orientação retrato. No topo, faixa azul ocupa uma parte de treze da altura. Em sua extremidade direita, o símbolo de Interpretação em LIBRAS. Esta faixa é limitada por uma linha horizontal, ondulada, fina e azul-clara, formada por vinte e cinco parábolas intercaladas. Esta linha repete-se abaixo, paralelamente, por mais dez partes da altura, formando entre elas faixas onduladas de azul escuro. Nesta área de ondas, na parte superior, entre a terceira e quinta linha, a palavra navega em fonte verde limão e com leve inclinação diagonal para cima. Sobre o V da palavra, o ponto de um ícone de rede sem fio, com seus três arcos ocupando uma região de primeiro quadrante. Abaixo, entre as sexta e oitava linhas onduladas, a palavra UFRJ em fonte laranja e com leve inclinação diagonal para baixo. Acima do espaço entre R e J, o ponto de um ícone de rede sem fio, com seus três arcos em uma região de quarto quadrante. Abaixo, o texto em fonte branca: Arte e cultura em rede. Abaixo, mais uma linha onduladas e, depois, ao centro, um retângulo laranja com o texto: em fonte azul-escura e maior, Universidade, carnaval, dendê e catiço: a concepção do desfile "Tata Londirá: o canto do caboclo no Quilombo de Caxias". Abaixo, em fonte azul-clara e menor, 2/6 e, depois de um marcador circular, 16h. Abaixo, em fonte branca, Ao vivo no Youtube e no Facebook do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ. Abaixo do retângulo, lado a lado sobre as ondas, quatro fotos circulares de primeiro plano dos rostos dos participantes. Abaixo, uma faixa grossa laranja com os nomes de cada um, em fonte azul, e suas entidades representadas em fonte branca sob cada respectiva fotografia. Da esquerda para a direita: foto colorida de um homem branco, cabelo cacheado preto, olhos castanhos escuros, corpo gordinho, na primeira metade de sua quarta década. Ele veste uma camiseta preta de gola redonda, tem barba baixa, usa óculos de grau com armação quadrada e sorri levemente. Ao fundo, detalhes de um grande emblema redondo na parede, com fundo branco circundado por uma faixa verde, em relevo, como todos os outros componentes do emblema. Nele, atrás e do lado esquerdo do homem, detalhe do lema em fonte vermelha, A sendo a primeira e única letra reconhecível. O lema também tem margem verde. Atrás e do lado direito do homem, a metade esquerda do escudo vermelho do emblema, de tipo francês moderno. Sobre esta parte, um par de baquetas brancas dispostas em V. Acima delas, um relêvo de metade do fuste cilíndrico de um tambor tipo caixa. Nas bordas inferiore e superior, faixa verde como armações. Entre elas, na lateral do fuste, linhas verdes saem da armação inferior para, na metade do fuste, se bifurcarem em dois seguimentos inclinados, cada um para um lado, e, pouco mais acima, cada seguimento inclinado gera outra linha vertical até a armação inferior. Como efeito, a superfície cilíndrica fica dividida em figuras brancas como grossos lápis dispostos alternadamente para cima e para baixo. Na faixa laranja abaixo, Gabriel Haddad, Observatório do Carnaval UFRJ. Ao lado, fotografia colorida de um homem branco, na primeira metade de sua quarta década, com cabelos castanhos lisos e curtos, olhos castanhos e barba curta. Ele veste uma camiseta branca de gola portuguesa com o botão superior aberto e usa um óculos de grau de armação retangular preta. Ao fundo, um estreito céu e um longo mar de praia de tombo. Da extremidade esquerda, uma formação rochosa desce inclinadamente até o mar atrás do homem. Seguindo ao lado direito do homem, emergem na linha da rocha pequenas saliências envoltas por espumas de ondas que ali quebravam, ainda distantes da zona de varrido. Abaixo, Leonardo Bora, Escola de Belas Artes UFRJ. Ao lado, fotografia colorida de uma mulher cis, negra, na segunda metade de sua terceira década e gorda. Ela tem olhos castanhos escuros, veste uma roupa branca e usa um colar de miçangas coloridas e brincos de pérola. Sobre a cabeça, um turbante alto de tecido dourado com estampas marrom. Em sua base sobre a testa, um ângulo agudo com vértice na esquerda desce seus vetores diagonalmente até próximo às orelhas. Ela sorri amplamente. Fundo preto. Abaixo, Thayssa Menezes, Secret. Municipal de Educação do RJ, depois, Sambistas da Depressão. Por fim, ao lado, fotografia colorida de um homem cis, negro, com cabelos e olhos pretos e na primeira metade de sua quarta década. Ele veste uma camisa verde-escura com estampas brancas, e usa um colar de contas lilás e uma barba tipo âncora. Ao fundo, uma rua com calçamento de pedras e sobrado rosa de dois pavimentos com placas de estabelecimento comercial. Abaixo, Vinícius Natal, Observatório do Carnaval UFRJ. Abaixo da faixa laranja, as duas últimas faixas onduladas sobre as duas últimas partes da altura. Nesta, sobre um fundo branco, os logos da UFRJ 100 anos, do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, do PROART - Programa de Apoio às Artes, da Dirac - Diretoria de Acessibilidade da UFRJ, do SUAT - Sistema Universitário de Apoio Teatral e do Sambistas da Depressão. Abaixo, uma faixa azul-escura toma a parte inferior com o texto em fonte branca: Ajude os Hospitais da UFRJ. Saiba como em, agora em fonte laranja, coronavirus.ufrj.br/DOE.

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ