capa expos indio

O Museu Nacional (MN) e o Arquivo Nacional inauguraram, no início de outubro, a exposição Os Primeiros Brasileiros. Gratuita, a mostra traz peças da coleção de antropologia do Museu Nacional e permite ao público o contato com a cultura indígena e suas diferentes manifestações ao longo da história. O acervo está entre os que não foram atingidos pelo incêndio que acometeu o MN, em setembro de 2018. Isto porque, na época, as peças vinham sendo expostas no Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília.

Com 40 painéis, 70 peças etnográficas e um vídeo documentário, Os Primeiros Brasileiros retrata, de forma sintética, registros de memórias sobre a cultura indígena, produzida por dezenas de povos habitantes da região Nordeste: mais de 230 mil pessoas distribuídas em 80 povos. 

68530649 106483180713386 7026662913976827904 n

Se você está sem programa para este final de semana, a VII Bienal da Escola de Belas Artes (EBA) da UFRJ pode ser uma ótima dica. Mas tem que ser rápido porque domingo é a última chance. Reunindo obras de estudantes da EBA, o evento acontece no Paço Imperial e apresenta trabalhos em várias modalidades artísticas como pintura, vídeo, desenho, escultura, instalação e performance.

A multiplicidade de linguagens faz jus à temática escolhida para a bienal desse ano: A Diversidade. Num jogo de palavras, a produção joga luz sobre as dificuldades enfrentadas pelos estudantes/artistas em seu processo de formação. Isso porque, desde 2016, quando o prédio da Reitoria - onde funciona a Escola de Belas Artes - foi atingido por um incêndio, foi preciso remanejar espaços e fazer adaptações nas instalações e salas de aula por conta do acidente.

Adicionar um pouquinho de texto

Confira os selecionados 

Copia de Adicionar um pouquinho de texto

Confira os selecionados

 

Opera Infantil UFRJ 2019

A Roupa Nova do Imperador é a montagem do projeto A Escola vai à Ópera para 2019. Dedicada ao público infantil, a ópera será exibida entre os dias 8 e 12 de outubro no Salão Leopoldo Miguez da Escola de Música da UFRJ.

A montagem marca a 10ª edição do projeto, que já recebeu mais de doze mil alunos da rede pública e particular de ensino. Serão cinco récitas, sendo três exclusivas para alunos de escolas (públicas e particulares) e duas abertas ao público em geral. Destaque especial para a récita do dia 12 de outubro, comemorando o dia das crianças.   

Além de contribuir na formação de cantores e músicos, regentes e diretores cênicos, cenógrafos e figurinistas, a iniciativa aproxima crianças e jovens do espetáculo operístico e estimula o consumo de produtos culturais, gratuitos e de qualidade na cidade do Rio de Janeiro.

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ