cine arabe

 

FILMES DA I MOSTRA UFRJ DE CINEMA ÁRABE - 2014

6ª. dia 25, ás 20:00 h

OK, BASTA, ADIÓS  (Longa, ficção, 93 min. De Rania Attieh & Daniel García. Líbano, 2011)

Na pequena cidade de Trípoli (Líbano), onde os laços familiares são muito profundos, um homem com mais de quarenta anos ainda vive com sua mãe, renunciando à ideia de independência.

Mas quando sua mãe o abandona, a ele só resta a companhia da cidade e o que esta lhe oferece.

Trailer

Sábado, dia 26, ás 18:00 h

HABI, LA EXTRANJERA  (Longa, ficção, 92 min. De María Florencia Álvarez. Argentina/Brasil, 2013)

Melhor filme panorama LatinArab 3(2013)

Analía, uma jovem provinciana de 20 anos de idade, viaja a Buenos Aires a fim de vender artesanato. No entanto, por um erro nas coordenadas, chega a uma comunidade muçulmana, onde faz parte de um ritual completamente desconhecido.

Encantada por este mundo novo, Analía, num impulso, decide adotar uma nova identidade. Se instala numa casa próxima da comunidade e, depois de ler num jornal, adota o nome "Habiba Rafat"; está decidida a descobrir como é ser muçulmana, aprender a língua e os costumes daquele grupo. Quando Habi conhece um jovem libanês, chega o momento de tomar uma grande decisão.

Trailer

DEBATE

Sábado, dia 26, ás 20:00 h

THE LEBANESE ROCKET SOCIETY (Longa, doc, 95 min. De Joana Hadjithomas & Khalil Joreige. Líbano/França, 2012)

Entre 1960 e 1966 foi posto em prática um projeto espacial no Líbano. Vários foguetes, que se tornaram maiores e mais fortes com o tempo, forão lançados das colinas que rodeiam

Beirut por um grupo de cientistas, estudantes universitários e especialistas da armada. Este grupo, liderado por Manoug Manougian, se chamou: A Sociedade Libanesa de Foguetes.

Trailer

Domingo, dia 27, ás 18:00 h

CONDOM LEAD (Curta, ficção, 15 min. De Mohammad Hushki. Palestina, 2012)

Melhor Curta LatinArabe 2013

"Chumbo Fundido", o nome da ofensiva militar de 2009 contra a Faixa de Gaza, fala por si sobre a brutalidade. O mesmo acontece com a duração do ataque: 22 dias contínuos.

No coração da guerra fazemos amor? Não, essa busca de ternura, essa comunicação fundamental, o instinto sexual de repente se corta. A cama matrimonial se converte numa espécie de terra de ausência. Logo quando necessitamos do poder curativo da intimidade, o amor e o desejo se convertem em mundos a serem redescobertos. Que preservativo pode nos proteger disso?

Trailer

HIJAB- MULHERES DE VÉU (Documentário, 80 min. de Paulo Halm, Brasil, 2013)

As cariocas Patricia, Zahreen, Jamille, Maria, Jamila e Marcela decidiram adotar o islamismo como religião e passaram a usar o Hijab, tradicional véu que cobre os cabelos dasmuçulmanas. Dirigido por Paulo Halm, o documentário explora a opção religiosa dessas seis mulheres e suas relações diárias com a família e o trabalho.

Documentário, diireção: Paulo Halm, Livre, 80min, 2013.

DEBATE

Domingo, dia 27, ás 20:00 h

CONSTANTINO (Longa, doc, 93 min. De Otavio Cury. Brasil/Síria, 2012)

Documentário sobre Daud Constantino Al-Khoury, poeta e um dos pioneiros do teatro árabe, por meio da história de um livro esquecido. Em uma viagem a Damasco, na Síria, em 11 de setembro de 2011, o diretor Otavio Cury descobre um livro escrito por seu bisavô, Daud Constantino Al-Khoury. A tradução do livro para o português é o primeiro passo de uma viagem pessoal pelo passado.

Trailer

2a. dia 28 - CINE JOIA -10:00h - Debate sobre a produção de filmes de temática árabe na A.Latina.

Na segunda, dia 28, às 10h, acontecerá  a segunda mesa redonda,"A indústria do cinema nos países árabes: possíveis parcerias com a América Latina", com a participação de Eduardo Valente, cineasta e assessor internacional da Ancine, Geraldo Adriano Godoy de Campos (Diretor do Instituto Cultural Árabe - ICÁrabe-SP), Edgardo Alberto Bechara Arcuri (Diretor Executivo da "Asociación Creciente Cine Fértil" e do "Festival Latinoamericano de Cine Árabe LatinArab) e Christian Lionel Mouroux (Diretor Artístico do "Festival Latinoamericano de Cine Árabe LatinArab).

Na ocasião será apresentado um Banco de Projetos e o acesso aos Fundos de Fomento existentes para filmes com essa temática.

2ª. dia 28, ás 14:00 h

Segunda exibição – filme a escolher

2ª. dia 28, ás 16:00 h

SOB O VÉU DO ISLÃ (Longa, doc, 74 min. De Luiz Carlos Lucena. Brasil, 2012)

Um documentário poético e repleto de belas imagens que busca dar uma ideia dos motivos que levam brasileiras a aderirem ao islamismo (7 em cada 10 revertidos são mulheres, segundo pesquisas da União da Entidades Islâmicas), como se sentem praticando a religião, como vivem em casa, no convívio com a sociedade, no trabalho, o que representa o véu para a mulher islâmica e como as brasileiras vêem e usam esse acessório característico da religião.

Trailer

2ª. dia 28, ás 18:00 h

DEATH FOR SALE (Longa, ficção, 117 min. De Faouzi Bensaïdi. Bélgica/França/Marrocos, 2011)

Tetuão, Marrocos. Três amigos decidem roubar una joalheria. São parte da população desesperadamente desempregada do interior do país, ladrões comuns aos olhos da maioria. Eles veem o golpe como um meio para romper um ciclo de pobreza que pesa sobre seu destino como uma cadeia perpétua. Malik, um jovem de 26 anos de idade, está apaixonado por Dunia, uma dançarina de cabaré. Ele precisa do dinheiro para, juntos, criar um novo futuro. Allal, o mais duro dos três, precisa do dinheiro para poder entrar no negócio local de tráfico de drogas e deixar de roubar carteiras. Soufiane, o mais jovem do grupo, tem seus próprios motivos para querer matar o dono da joalheria.

Trailer

DEBATE

2ª. dia 28, ás 20:00 h

FIDAÏ  (Longa, doc, 82 min. De Damien Ounouri. França /China/ Argélia /Alemanha/Kuwait/UK, 2012)

Melhor Filme LAIFF 2012

Durante a Revolução Argelina, meu tio-avô El Hadi se reune com sua irmã na França e integra em segredo um grupo armado da Frente de Libertação Nacional. Com guerrilhas pessoais, tentativas de assassinatos, clandestinidade, prisões, a expulsão em 1962, data da independência argelina, suas lembranças individuais contam a "Grande História".

Hoje, aos setenta anos, El Hadi revela pela primeira vez esta obscura parte de sua existência.

Trailer

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ