MN

A encenação traz como personagens D. João VI, D. Maria, D. Carlota Joaquina, D. Pedro I, D. Pedro II, as imperatrizes Leopoldina e Tereza Cristina e escravos, que saem dos livros de História e promovem uma verdadeira viagem no tempo. As visitas podem ser feitas por até 60 pessoas divididas em dois grupos de 30 e a apresentação, com início às 14 horas, dura cerca de 50 minutos.

O Museu Nacional/UFRJ foi criado por Dom João VI em 1818, com o intuito de promover o desenvolvimento científico e o progresso da nação. Atualmente, o museu é a mais antiga instituição científica nacional, sendo um espaço de excelência onde se conjuga memória, educação, cultura e ciência.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Museu Nacional

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ