Na próxima quinta-feira, dia 28/3, o Colégio Brasileiro de Altos Estudos (CBAE) promove o seminário Arte, Memória, Verdade e Justiça. A iniciativa, que acontecerá no Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, pretende se somar às articulações possíveis entre o campo das produções artísticas e culturais e a problemática da violência política que caracterizou a ditadura no Brasil. O evento incita o debate, convidando artistas, produtores culturais e pesquisadores em artes e ciências sociais com trabalhos vinculados à temática, através da abordagem de múltiplas linguagens (literatura, cinema, artes plásticas, teatro, música etc). Composto por duas mesas de trabalho, o encontro busca promover uma discussão sobre as práticas e sociabilidades artísticas nas décadas da repressão, bem como aquelas relativas à luta por memória, verdade, justiça e reparação na atualidade, expressando suas contiguidades criativas. 

O evento será realizado no dia 28/3, ocasião do assassinato do estudante secundarista Edson Luís de Lima Souto, por policiais militares em 1968, pouco antes da promulgação do AI-5. Trata-se, assim, de uma ocasião oportuna para pleitear a continuidade das políticas de memória na interseção entre o conhecimento universitário, os movimentos sociais e as instituições culturais.

Arte, memória, verdade e justiça. Quatro temáticas fundamentais são reunidas em um formato de seminário e geram um debate em múltiplas linguagens sobre a violência do Estado nas últimas ditaduras. Confira abaixo a programação completa do evento:

Seminario Arte Memoria Verdade e Justica

UFRJ Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ